segunda-feira, 10 de outubro de 2011

1ª Corrida da Água - Monsanto, 02 de Outubro de 2011

Adoro correr. Poderia tentar explicar e dar inúmeras razões para o fazer (correr). Mas, na verdade é um prazer que só quem corre, consegue compreender. Porque não se explica, não se entende, sente-se.

Este ano fiz 3 corridas, gostaria de ter feito 3 ou 4 vezes mais, mas não é fácil. Mas quando vou, vou e estou de corpo e alma.

No passado dia 2 de Outubro, realizou-se a 1ª Corrida da Água em Monsanto, e eu estive presente.

A organização da Xistarca está de parabéns, julgo ser uma prova que tem razões mais que suficientes para se implantar e crescer neste nosso “mercado” de corridas, disso foram indicadores, a excelente adesão com 888 atletas chegados à meta e a sua satisfação. Num Outono atípico, o sol e o calor foram as figuras mais marcantes.

Após a chegada ao Parque do Calhau, em Monsanto, dirigi-me imediatamente à tenda onde procedia a entrega de dorsais. No envelope, o dorsal, o chip de controlo e alfinetes para colocar o dorsal.

Sentei-me no chão para colocar o chip de controlo nas sapatilhas. Faço o aquecimento, cerca de 20 minutos e coloco-me na linha de partida. Mas a partida tardou quase 9 minutos depois do horário previsto. E BUMMM!! Ou melhor, não houve o habitual tiro de partida, mas deu-se a partida.

Julgo ter exagerado nos primeiros kms, como tudo na vida, acabei por pagar mais à frente. Negligenciei o altímetro da prova, que embora não fosse acentuado, num ritmo inicial forte, desgasta muito. Desvalorizei as subidas iniciais, e isso reflectiu-se no meu rendimento. Das subidas de Monsanto, desci até Benfica e daí seguimos até Campolide, onde surgiram mais duas barreiras enormes para dar cabo do ritmo, das pernas e do tempo que poderia ter realizado. A atracção principal desta prova, foi a passagem pelo aqueduto das Águas Livres, acabei por não aproveitar a paisagem envolvente que dali se avista, não aproveitei a magnifica construção, pois o meu coração e a minha cabeça estavam concentrados em chegar. E ao fim de 42:09 e no 39º lugar, cheguei à Meta.

Cheguei feliz pela conclusão de mais uma prova e por quem me acompanhou e esperava.

Obrigado Filipa.

Para o ano, hei-de cá voltar! Parabéns a todos!


Site Fotografias AMMA

Site Classificações

2 comentários:

Carlos Alexandre disse...

Parabéns pelo texto e pela participação.. Um abraço

José Diogo dos Santos disse...

Obrigado! Um abraço